PMI Geração da Energia Limpa


 

 

O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) visa escolher uma empresa que queira realizar um estudo de viabilidade para a implantação de projeto de eficientização, gestão, operacionalização e manutenção energética para os prédios de escolas e creches do Município. A iniciativa faz parte do Programa Fortaleza Competitiva e visa aproveitar o avanço tecnológico e normativo do setor elétrico, com a implantação de projetos que permitam a redução de custos com energia e uma maior sustentabilidade ambiental.

"Além da redução de custos nos prédios públicos, também estaremos gerando energia limpa. A priori, o projeto é voltado para escolas e creches, mas poderá ser ampliado para as demais repartições. Vale ressaltar, que esse modelo é pioneiro no Brasil, sendo o primeiro projeto de geração distribuída de energia na forma de parceria público-privada", enfatiza o coordenador de Fomento às PPPs, Rodrigo Nogueira.

Esta é a primeira iniciativa de geração distribuída de energia na forma de parceria público-privada do País e contará com até R$ 2 milhões de investimento para realização do estudo de viabilidade. O valor será restituído à Prefeitura pela empresa ganhadora do certame que possibilitará a implantação do projeto. A expectativa é que em sete meses comecem a ser instaladas as plantas solares e/ou eólicas, aproveitando o grande potencial da Capital na produção desse tipo de energia.

 

Documentos: Edital e Anexos publicados no Procedimento de Manifestação de Interesse.

Esclarecimentos: Instruções para solicitação de esclarecimentos e respostas aos pedidos recebidos durante a realização do estudo.

Poderão ser solicitados esclarecimentos após o início dos estudos, por meio de correspondência eletrônica, informada as empresas autorizadas, endereçada a Comissão Especial de Avaliação.

As perguntas e suas respectivas respostas serão publicadas no Diário Oficial da Cidade de Fortaleza e na seção "Esclarecimentos" da página da PMI.

Autorizados: lista dos credenciados autorizados pela Comissão Especial de Avaliação para desenvolver os estudos.

Ainda não há publicação no DOM dos autorizados a executar os estudos.

 

    EDITAL

Clique na imagem para ver o edital